terça-feira, 14 de junho de 2011

Mt 6:22 Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso

Mt 6:22-23 – "São os olhos a lâmpada do corpo. Se os teus olhos forem bons, todo o teu corpo será luminoso; se, porém, os teus olhos forem maus, todo o teu corpo estará em trevas. Portanto, caso a luz que há em ti sejam trevas, que grandes trevas serão."
Todas as vezes que leio este versículo é inevitável para mim, lembrar do jargão popular “o que os olhos não vêem o coração não sente”. Os olhos têm uma íntima ligação com a linguagem universal e silenciosa. Às vezes quando somos surpreendidos com o olhar de alguém nos sentimos incomodados e rapidamente começamos a nos culpar de algo que nem sabemos o que foi. Se alguém desvia o olhar da gente, achamos que algo está sendo escondido. Se alguém evita nos olhar, ficamos com a impressão de isolamento e se olham para gente de um jeito intenso e forte, sentimo-nosdesprezados. Alguns dizem que quando conversamos com uma pessoa e esta pessoa olha para o lado direito, é porque está tentando se lembrar de algo, mas se olha para o lado esquerdo, é que procura algo de criativo, em outras palavras, procura uma mentira.
Talvez, por estes e outros motivos, é que lembrei do jargão popular, mas não posso deixar de negar que muito desses sentimentos depende do que tem dentro de nós. A sensação de culpa, isolamento, desprezo, perseguição, desconfiança, são todos sentimentos de alguém que não tem paz no coração. Tudo que permitimos entrar pelos olhos em nosso corpo, é processado pela mente e coração.
Olha que interessante, há alguns anos atrás, eu acompanhava um amigo meu para as reuniões de dependentes químicos. Na ida, enquanto eu dirigia pelas ruas da cidade, ele comentava que naquela rua ele já saído com essa prostituta, já tinha roubado a carteira do “tiozinho” naquela esquina, já tinha roubado um carro naquele farol. Sinceramente, aquilo me incomodou muito, mas levei em conta que ele tinha alguns dias de abstinência das drogas. Fiquei em silêncio, mas orando.
Na volta, fizemos o mesmo caminho, mas foi minha vez de falar. Apontei para um outdoor com os seguintes dizeres “Jesus está voltando” e comentei com ele. Mostrei uma concessionária nova de automóveis toda iluminada e cheia de cores, vi também na porta de um buffet uma fila de gente bem vestida pronta para entrar em uma festa de casamento. Tudo na mesma rua que passamos indo para a reunião. Foi então que percebi a resposta da minha oração a Deus.
Recomenda-se que no tratamento de dependência, evitar os velhos ambientes, pois se lembra do que foi feito por lá; evitar os velhos amigos, pois se lembra do que foi feito com esses amigos naqueles lugares e; evitar as velhas atitudes, pois se lembra de que tais atitudes foram feitas com os velhos amigos, nos velhos lugares. Somente depois de um verdadeiro posicionamento e condição de rendição diante do seu vício (passo 1-admito que sou impotente perante o álcool e as drogas e que perdi o controle sobre mina vida) é que as coisas passam a mudar. Só com um reconhecimento vindo de dentro do seu coração é que o que se vê pode ser diferente e ver as coisas com cores e brilhos diferentes. Se as coisas são impostas de fora para dentro, apenas pintamos os problemas de cor de rosa e quando menos esperamos, tudo volta como era antes. Amém.
Leia a Biblia – 2 Tm 4:2a – "prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer nao,… ". Que Deus continue nos abencoando (para abencoarmos outras pessoas): http://www.missaosal.org.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário