segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Pequeno Milagre





SINOPSE:


Mesmo sendo o menor garoto da cidade, Simon Birch sabe que nasceu para realizar algo grande. Ele vive numa busca constante para descobrir seu destino, mas só se mete em confusões. O melhor amigo de Simon, o fiel Joe quer descobrir quem é o seu pai, um segredo que sua mãe não revela a ninguém. Os dois juntos vivem aventuras divertidas e algumas vezes tristes, e enfrentando altos e baixos, a amizade dos garotos vai se transformando numa ligação forte e eterna. Um filme que inspira e eleva a todos que o assistem.


Click para assistir:


quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Davi e seus filhos



BOAS INTENÇÕES NÃO SÃO
SUFICIENTES PARA EVITAR A
MALDIÇÃO FAMILIAR
Davi era um pai muito bem intencionado.



A Bíblia é um livro sagrado, mas que conta a história de pessoas comuns.
 Em momento nenhum Deus escondeu de nós os erros de homens e mulheres que consideramos como pais da fé.
 Davi é um exemplo disso, segundo a Bíblia foi um homem segundo o coração de Deus, mas cometeu muitos erros, mas sempre se arrependia e se colocava diante do altar do Senhor.
 E é sobre essa família que quero falar a você hoje.

Uma primeira leitura da vida de Davi nos dá a nítida impressão de que ele era um rei extremamente zeloso, mas um pai omisso.
Então o rei se perturbou, e subiu à sala que estava por cima da porta, e chorou; e andando, dizia assim: Meu filho Absalão, meu filho, meu filho, Absalão! Quem me dera que eu morrera por ti, Absalão, meu filho, meu filho!  2 Sm 18.33.

O primeiro filho de Davi foi Amnon.

 Absalao era seu terceiro filho,que significa o pai da paz
 A mãe de Absalao era uma princesa.
 Além de Absalao, Davi teve uma filha com esta princesa, chamava-se Tamar.
Amon, é tomado por um intenso desejo pela sua irmã Tamar.

 Foi capaz de estupra-la.
 Tamar foi socorrida por seu irmão Absalao.
 Este ficou profundamente revoltado.
O texto bíblico não conta sobre nenhuma punição de Davi a Amon, mas conta que Absalao resolveu vingar o crime. Organizou um almoço em sua casa para toda a famíliia, Davi não foi. No almoço, Amon foi assassinado pelos servos de Absalao.
Absalao fugiu da perseguição do pai, foi para a casa de seu avô materno, o rei de Gesur, durante três anos permaneceu lá.
Joabe, comandante de Davi, convence o rei a traze-lo de volta. Ele retorna, mas durante dois anos permanece em Jerusalém, mas Davi não o recebe.
Para ver o pai, recorre a a uma ação extrema: manda seus empregados colocarem fogo na plantação de cevada de Joabe.

 Consegue assim ser ouvido por Joabe, que consegue convencer o rei a ver o filho.
Mas o coração de Absalão estava por demais embrutecido.

 Decide tomar o trono do pai. Articulava como todo bom político, enquanto Davi estava no palácio, Absalão estava nas ruas, ouvia o povo, abraçava, beijava, conquistava o coração das pessoas. 
Sua campanha durou quatro anos, no final deu seu golpe político: agora era a vez de Davi fugir de Jerusalém e Absalão passou a reinar.
O exercito de Davi enfrentou o de Absalão. Nesta luta, Absalão com seus longos cabelos, ao passar por um carvalho, teve seu cabelo enroscado em um galho e ficou dependurado, logo foi cercado e virou tiro ao alvo, dos soldados sob o comando de Joabe.
Em 2 Sm 18.33 encontramos Davi chorando a morte de Absalão, diz que gostaria de ter sido ele a morrer no lugar de Absalão. 
Que historia triste! Parece enredo de filme ou de novela, mas o texto que lemos é o retrato de muitas famílias. Mas esta história triste e dramática nos leva a refletir e pensar sobre situações que ocorrem nas famílias e atitudes que precisamos ter se não queremos o mesmo desfecho para nossas famílias.
Família é para ser cuidada! 
Davi foi displicente com sua casa.
Foi omisso quando seu filho mais velho estuprou sua filha.


Nenhuma.Diante da impunidade, Absalão, irmão de Amnom e de Tamar, também filho de Davi, passou aodiar a "Amnom, por ter forçado a Tamar, sua irmã" (2 Sm 13.22). Certamente, Davi percebiaesse ódio no rosto de Absalão e, se tivesse agido com justiça, corrigindo o incestuoso filho, é possível que as coisas não tivessem terminado daquela forma. Dois anos se passaram (2 Sm13.23), e Davi nenhuma providência tomou acerca do caso. A sua omissão contribuiu para que o sentimento de vingança de Absalão crescesse e resultasse na morte de Amnom (2 Sm 13.28,29).

Foi omisso quando Absalão matou e fugiu.

Foi omisso quando mandou trazer o filho de volta e não o recebeu, não conversou com ele e demorou dois para recebe-lo.
Foi omisso quando trancou-se nos seus afazeres e não buscou saber o que fazia Absalão nas portas da cidade.



Na família não existe lugar para omissão!
OMITIR significa: deixar de fazer ou dizer alguma coisa; não mencionar, deixar no esquecimento, de propósito ou não. 2. Descuidar, desleixar, neglicenciar.
Não existe lugar para atitudes do tipo: “Depois a gente resolve” ou “Deixa pra lá, depois a gente vê o vai dar”. Muitas vezes não resolvemos situações de crise, porque não temos coragem de tocar na ferida, e acabamos por colher um vendaval tempos depois.
A Palavra do Senhor adverte: “Aquele, pois, que sabe fazer o [bem] e não o faz, comete pecado”. Tg 4:17.


Primeiramente vemos uma forte ambição pelo poder, claramente demonstrada nas atitudes de Absalão e Adonias, que a todo custo queriam o lugar do pai.

 Estevia sua autoridade real ameaçada pelas tentativas de Golpe de Estado planejada por seus dois filhos (2 Sm 15.1-18; 1 Rs 1.5-10).

 A Bíblia diz que Adonias "se exaltou e disse: eu reinarei" (1Rs 1.5). A expressão "se exaltou" mantém o sentido na língua original de "levantar-se contra a autoridade constituída".

 Somente alguém sem nenhum respeito pela hierarquia, que neste caso é a do próprio pai, agiria dessa forma.

 É difícil imaginar isso acontecendo em uma família onde valores familiares, como respeito à autoridade paterna, são praticados.

 Davi foi um rei bem-sucedido, mas fracassou na disciplina de seus filhos.
Pais tem a responsabilidade de cuidar dos filhos. Cuidado é diferente de super-proteção. Cuidar é zelar; é mesmo estando longe, manter-se perto através da oração, da confiança e do diálogo.
Nossos filhos precisam saber que podem contar conosco, mais do que com nosso dinheiro.
Em Dt. 6, a Palavra do Senhor nos orienta a um cuidado que os pais devem demonstrar com seus filhos, aproveitando as oportunidades do dia a dia para demonstrar o amor de Deus.
Hoje, tome a decisão correta, não se omita e você verá colherá o fruto dessa atitude em sua família!

Deus te abençõe!

Amnom filho de Davi tinha tudo o que queria.
Ele pensava que podia ter tudo o que desejava, até que um dia desejou ter a própria irmã.
Quando Absalão falava palavrões, ou fazia coisas erradas, não o repreendiam e nem ligavam. Por isto que quando cresceu achou que desrespeitar os pais era coisa normal.
Não repeendia seus filhos e por isto achava que podia tudo, que nunca iria acontecer nada com ele.
Amnom vulgarisava a mulher, fazia sexo sem compromisso, pois não foi educado a valorizar a mulher, a ser um homem de uma só mulher. "é homem, ele pode"
Absalão tinha todo o dinheiro que ele precisava, por isto quando precisou e não tinha roubou o seu próprio paí.
Davi sempre se colocava a favor dos seus filhos, não se importando com quem estava certo ou errado, (VIZINHOS, AUTORIDADES, PROFESSORES), por isto os seus filhos sempre achavam que os outros o estavam perseguindo.


II. Observe a razão para o fracasso de Davi.

1. Ele mudou a sua responsabilidade paterna: 
a. Ele era um rei muito ocupado para ver o problema de Amom. II Samuel 13:1-2 (O amor é soletrado: Tempo) 
b. Ele não conseguiu punir Amnom. II Samuel 13:21
c. Ele não conseguiu ver o ódio de Absalão e fazer a paz entre seus filhos. - Mais uma vez ele estava ocupado para ir a qualquer lugar com seus filhos. I Samuel 13:24-25 
d. Davi não conseguiu perdoar seu filho completamente. II Samuel 14:24 e 28 - Não é assim que Deus havia ensinado Davi. 
2. Ele não conseguiu passar sua própria fé para seu filho: 
a. Este é o mais triste de todos! Não é assim Davi tinha aprendido com seu pai Jessé.
3. Ele enganou seu filho por suas ações: 
a. Absalão tinha cerca de 16 anos, quando Davi teve o seu caso com Bate-Seba! Na verdade Absalão realizou o julgamento de Deus 47 anos mais tarde. (Absalão 63 - Davi 83) – II Samuel 12:11 e 16:22

III. Observe o resultado do fracasso de Davi.

1. Ele teve de deixar o seu trono para poupar a cidade. II Samuel 15:6 e 14
a. Quantos servos de Deus foram deixados de lado por causa do pecado sexual?
2. Ele suportou vergonha e repreensão de seus inimigos. veja II Samuel 16:5-11
3. Acima de tudo Davi perdeu seu filho.
a. As falhas dos nossos filhos são nossos fracassos. Os sucessos dos nossos filhos são nossos sucessos.
4. A desesperança do eco do choro de Davi é o fato de que não haveria segunda chance.
a. Conselheiros dizem que alguns pais também perderam suas filhas por estarem ausente. As filhas, então:
i. Tem uma necessidade de afeto
ii. Elas se sentem rejeitadas - também se interessaram por homens mais velhos
iii. Elas têm um problema com a aparência
iv. Elas têm dificuldade de se relacionar com Deus, o Pai.
b. Observe que Deus não:
i. Retira o seu amor
ii. Nunca disciplinas com ira (I Coríntios 13:5)
iii. Nunca força a nossa vontade
c. Observe o que Deus faz:
i. Estabelece limites
ii. Adverte-nos (Gálatas 6:7)
iii. Procura-nos para o nosso benefício
iv. Está disposto a nos perdoar quando voltamos 

Conclusão: Há algo na vida que vale a pena perder os seus filhos de Jesus e Sua obra? Davi perdeu Absalão entre a idade de 16 e 23 anos. Você vai prometer a Deus hoje cuidar dos seus filhos, não importa o quê aconteça? Você primeiro deve se entregar ao Senhor Jesus Cristo, para que através dele você possa ser o pai que Deus quer que você seja?

http://www.caiofabio.net/download%5Codramadeabsalao.pdf